Rhodiola Rosea: Benefícios Para o Organismo

Rhodiola Rosea: Benefícios Para o Organismo

A rhodiola rosea pode ser eficaz no combate a várias doenças e sintomas, por ser natural, se mostra um ótimo suplemento, leia mais neste artigo.

A natureza é capaz de disponibilizar diversos componentes essenciais para melhorar a saúde. Entre eles, muitos são plantas, como é o caso da rhodiola rosea.

Esta planta medicinal possui propriedades essenciais para o bem estar do organismo, podendo ser útil para o tratamento de inúmeras doenças e sintomas indesejáveis.

Essa planta é encontrada principalmente em regiões frias, porém, são fáceis de serem achadas, podendo ser utilizadas em forma de chá ou suplementação.

Para saber mais sobre os seus benefícios e funcionalidades, continue lendo este artigo!


O que é a Rhodiola Rosea?

Rhodiola Rosea Suplemento

A rhodiola rosea também é conhecida em algumas regiões como raiz de ouro ou raiz dourada.

É uma planta originária da China, fazendo parte da medicina tradicional chinesa, sendo usada há muitos anos. Geralmente é encontrada em matas selvagens em lugares frios e bastante altos

Esta planta possui diversas indicações e funcionalidades, sendo benéfica para diferentes sintomas e tratamento de várias doenças.

E a sua fama vem principalmente de sua função adaptogênica, ou seja, ela consegue se "adaptar" ao funcionamento do organismo. 

Atenção!

Ser adaptógena significa que ela faz parte de uma classe de plantas em que seu extrato contém substâncias que conseguem aumentar a resistência global do organismo. Ajudando a normalizar diferentes regiões e funções que são consideradas vitais.


Ela pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, e em farmácias de manipulação. Existe disponível para compra as suas folhas, para infusão, e para efeitos mais duradouros e consistentes, a suplementação através de cápsulas.

Mas antes de fazer o uso deste suplemento, é importante procurar ajuda médica para saber a recomendação adequada.


Para que serve?

A rhodiola rosea é uma das plantas mais diversificadas existentes, graças a sua função adaptógena, pode auxiliar em diversos problemas de saúde.

É bastante conhecida por agir na melhora da cognição, concentração e aumento da memória, além de melhorar a energia e bem estar e possuir ação calmante.

Tomar Rhodio Rosea

A rhodiola rosea também atua diretamente no aumento da resistência física, sendo excelente para quem pratica esportes e atividades físicas e para atletas.

Ajuda a amenizar os sintomas de estresse, fadiga mental, dores musculares, impotência sexual, e até mesmo no aumento da imunidade, diminuindo a probabilidade de resfriados.

Dentre suas inúmeras funcionalidades, veja a seguir algumas das mais frequentes e que mostram resultados satisfatórios com o seu uso adequado:

  • Diminui o cansaço físico: Há diversos estudos que mostram que a rhodiola rosea conseguir diminuir a fadiga mental e física, melhorando estes sintomas;
  • Aumenta a imunidade e energia do organismo: Por ser rica em antioxidantes, melhora e combate sintomas de resfriados, gripes e diversos tipos de inflamações;
  • Estimulante para a memória: Em diversas pesquisas já feitas, foi possível constatar que a rhodiola rosea melhora a capacidade de memorização e concentração por períodos mais prolongados, excelente para estudantes ou que precisa passar por avaliações e etc;
  • Para aumentar a resistência física: A rhodiola rosea possui a capacidade de diminuir o tempo de recuperação após os treinos, e faz com que o desempenho durante as atividades físicas sejam muito maiores e mais eficazes.

Qual a dosagem e como tomar?

O consumo de rhodiola rosea vai variar bastante de acordo com a finalidade procurada.

É possível encontrar as folhas de rhodiola rosea para consumir através de infusões diárias, neste caso, os seus efeitos são mais leves e sutis no organismo, mais bastante benéficos a longo prazo. 


Também há disponível no mercado sua versão em tintura, contendo seu extrato natural, tomando algumas gotas diluídas na água diariamente.

Agora para potenciar e aproveitar mais rapidamente de seus benefícios, o indicado é o consumo de cápsulas diárias, pois sua posologia é maior e mais concentrada, geralmente feitas a partir de seu extrato seco. 

Acompanhe a seguir algumas de suas recomendações de dosagem diária:

Para estimular o cérebro

A dosagem mais comum de cápsulas é de 100mg a 300mg, sendo preciso consumir de uma a duas cápsulas ao dia, de preferência de manhã, aumentando a disposição.

Se optar pelo chá, consuma uma colher cheia das folhas misturado com 200 ml de água fervente, deixe descansar por 10 minutos e consuma. faça de uma a três vezes diariamente.

Os primeiros resultados são visíveis logo nos primeiros dias, aumentando a estimulação, memória e cognição cerebral.

Para diminuir o estresse, fadiga mental e física

Para melhorar esses sintomas, se for em tintura de rhodiola rosea, o mais recomendado é consumir 30 gotas, três vezes ao dia, diluídas em um copo de água.

Em cápsulas, consuma de uma a duas cápsulas, conforme as instruções da embalagem. 

Em chá, é recomendado igual ao indicado anteriormente. Os resultados já são visíveis logo nas primeiras semanas de uso. É importante não exceder a quantidade indicada.


Benefícios

Como já foi mencionado, a principal indicação da rhodiola rosea é para melhorar e estimular a memória e a cognição.

Mas por se adaptar ao organismo, pode auxiliar no combate de uma série de doenças, melhorando diferentes tipos de sintomas.

Veja a seguir outros principais benefícios em utilizar a rhodiola rosea:

  1. Regula e melhora o humor: Por conter ação calmante e benéfica ao cérebro, possui a capacidade de aumento do bem estar;
  2. Diminui os níveis de açúcar no sangue: Isso por conta de sua capacidade de controlar a glicose e de diminuir a absorção de carboidratos;
  3. Melhora a qualidade do sono: Em alguns estudos feitos foi possível notar a melhora de desordens do sono e regulando de forma positiva;
  4. É uma anti-idade natural: Por combater o estresse oxidativo e os radicais livres, possui forte ação anti inflamatória, melhorando a aparência e qualidade da pele;
  5. Protege o sistema cardiovascular e a pressão arterial: por sua ação antioxidante, diminui o estresse oxidativo, melhorando em consequência a saúde cardiovascular;
  6. Combate a ansiedade e auxilia no tratamento da depressão: A planta consegue promover um aumento considerável de endorfina, proporcionando uma sensação de bem estar, que também contribui na melhora dos quadros depressivos.

Perguntas frequentes

Mesmo que seja uma planta, é bastante comum que surjam dúvidas sobre o funcionamento do rhodiola rosea no organismo.

Por isso, a seguir, veja algumas das perguntas mais comuns sobre a sua utilização:


  • Para que serve a rhodiola rosea?

A sua indicação principal é para combater e melhorar a resistência física, aumenta a cognição e memória, também diminui fadigas, sintomas de anemia, entre outros.


  • Existem efeitos colaterais?

Geralmente a rhodiola rosea é bem tolerada, mas algumas pessoas sensíveis aos seus componentes podem apresentar alguns sintomas.

Como aumento da irritabilidade, insônia e até mesmo ansiedade, por isso, busque ajuda profissional para se informar.


  • Qual a dosagem recomendada?

A suplementação diária de rhodiola rosea deve ficar entre 100 a 600mg diários.


  • Existe contra indicações ao seu uso?

Apesar de ser natural, é necessário tomar alguns cuidados, não é recomendada para crianças, gestantes, lactantes e pacientes que tenham alergia a algum componente da formulação.


Posts Relacionados