Minoxidil: Tratamento Para Cabelo, Barba e Sobrancelha

Minoxidil: Tratamento Para Cabelo, Barba e Sobrancelha

Originalmente usado como medicamento, o Minoxidil é o tônico capilar que virou febre entre homens e mulheres que sofrem com queda de cabelo. Saiba mais sobre ele e descubra como utilizá-lo.

O Minoxidil é um antigo conhecido, principalmente dos homens. Utilizado puro ou juntamente a outras substâncias, é utilizado para avolumar os cabelos e deixar a barba mais cheia. 

Segundo pesquisas realizadas recentemente, cerca de 42 mil brasileiros sofrem com a queda excessiva de cabelo.


Esse problema pode ter muitas causas, como estresse, genética, hormônios alterados, excesso ou falta de nutrientes, entre outras.

Dessa forma, muitas pessoas recorrem ao Minoxidil para obter resultados mais rápidos e assim recuperar a segurança perdida junto com os cabelos.

Saiba mais sobre esse produto nas próximas linhas e recupere a sua autoestima agora mesmo!


O que é Minoxidil?

Minoxidil para cabelo

O Minoxidil foi descoberto em 1965 e começou a ser usado como um medicamento para hipertensão arterial.

Logo notou-se que seu efeito vasodilatador causava hirsutismo, ou seja, um crescimento acelerado dos pelos do corpo, incluindo cabelo e barba.

Assim, a substância ganhou um novo uso como tônico capilar e passou a ser usada como um tipo de tratamento de uso tópico para fazer crescer cabelos, em especial por pessoas que sofriam de calvície.

Atualmente, os resultados de Minoxidil são buscados não só pelos homens, apesar do uso por mulheres não ser recomendado.

Inclusive, esse produto pode ajudar homens transexuais em transição hormonal a acelerar o crescimento da barba.


Para que serve?

O Minoxidil é um produto que traz melhorias não só para a aparência, mas também para a qualidade de vida como um todo.

É um tônico que aumenta a autoestima, já que para muita gente perder os cabelos significa perder também a segurança em si mesmo. Veja abaixo como o Minoxidil pode ser usado.

  • Tratar a alopecia: O Minoxidil pode ser usado em casos de alopecia androgênica e areata, estimulando o nascimento dos fios de cabelo nos pontos de calvície;
  • Devolver o formato das sobrancelhas: O Minoxidil também pode ser usado para deixar as sobrancelhas mais grossas, mas sempre com muito cuidado na aplicação do produto;
  • Acelerar o crescimento do cabelo: Mesmo para quem não sofre de calvície, o Minoxidil pode ajudar a garantir o volume dos cabelos, fortalecendo os fios e acelerando o seu crescimento;
  • Ajudar na formação de barba: Apesar de não ser recomendada a aplicação de Minoxidil fora do couro cabeludo, dermatologistas podem indicar seu uso na área do rosto para corrigir falhas e auxiliar em casos de deficiência no crescimento de barba.

Doses e como tomar?

O uso de Minoxidil como nutricosmético é sempre externo e de forma alguma deve-se ingerir o produto.

Pode ser encontrado como solução tópica de forma sólida e líquida, contendo 2% e 5% da substância.

Alguns fabricantes adicionam outras substâncias ao produto, como biotina e propilenoglicol.

Para o cabelo

Os fabricantes de Minoxidil indicam a aplicação de até 1 ml por dia diretamente no couro cabeludo, massageando a área até que o produto seja totalmente absorvido.

Não é recomendada a exposição à luz solar após a aplicação da substância, por isso seu uso é preferível à noite e com o cabelo seco. 

Os resultados começam a aparecer a partir do primeiro mês de uso e o tratamento pode levar de três a seis meses.

Mas a evolução de cada caso é sempre individual, podendo levar mais ou menos tempo para que a diferença seja visível.

Para a barba e sobrancelhas

Apesar de não ser recomendado, dermatologistas podem prescrever Minoxidil para aumentar o crescimento da barba e das sobrancelhas.

Em ambos os casos, geralmente o produto usado é em creme e deve ser aplicado 1 vez ao dia no local desejado, preferencialmente durante a noite.

Nesses dois casos, o tratamento deve ser acompanhado por um profissional e é este que vai determinar a sua duração.


Benefícios

A eficácia de Minoxidil não é comprovada apenas por estudos científicos, mas também pela grande quantidade de pessoas que o aprovaram depois de usar.

Dessa forma, veja abaixo quais são seus benefícios:

  1. Aumento do crescimento de cabelos, barba e sobrancelhas: O tratamento com Minoxidil potencializa o crescimento dos fios de cabelo e dos pelos de áreas específicas do rosto. Assim, diminui os pontos onde há falhas no couro cabeludo e na barba, além de realçar o olhar com o engrossamento das sobrancelhas;
  2. Melhora da autoestima: Após o aparecimento dos resultados, quem usa Minoxidil nota um aumento significativo na autoestima e no bem-estar. Dessa forma, todas as áreas da vida são afetadas de forma positiva por essa substância.

Perguntas frequentes

O Minoxidil é um produto mundialmente conhecido e utilizado, porém existem diversos pontos que ainda não estão claros.

Por isso, respondemos abaixo os questionamentos mais frequentes sobre essa substância para acabar de uma vez por todas com as dúvidas, confira.


  • Quanto tempo demora para notar os resultados do Minoxidil?

Pesquisas indicam que os resultados de Minoxidil começam a ser visíveis a partir de 30 dias de uso e seu tratamento pode durar de 3 a 6 meses.

Mas é importante ressaltar que cada organismo reage de forma diferente, independente da substância, por isso o tempo estimado pode ser maior ou menor.


  • Pessoas hipertensas podem usar Minoxidil?

Antes de ser usado como tratamento para perda excessiva de cabelo, o Minoxidil se chamava Loniten e era originalmente um medicamento vasodilatador para pessoas hipertensas.

Por esse motivo, não é um produto contraindicado para esse público.


  • O Minoxidil pode ser usado por mulheres?

Os principais fabricantes não recomendam o uso de Minoxidil por mulheres, justamente pelo risco de hirsutismo, que é o crescimento anormal de pelos em áreas não usuais do corpo.

Mas se de qualquer forma a pessoa do sexo feminino optar pelo uso, é importante que consulte um profissional antes.


  • Para quem o Minoxidil é contraindicado?

O uso de Minoxidil é contraindicado no caso de gestantes, lactantes, crianças, pessoas com mais de 50 anos e de quem sofre de pressão baixa.

De qualquer forma, é melhor consultar um médico antes de utilizar qualquer substância, medicamentosa ou não.


  • Quais os efeitos colaterais do Minoxidil?

Para quem deseja iniciar o tratamento com Minoxidil, recomenda-se o uso tópico. Porém, existem raros casos de uso via oral, o que é menos seguro e pode trazer efeitos colaterais por superdosagem.

Dessa forma, se durante tratamento com Minoxidil for observado o surgimento de sintomas como taquicardia, dor no peito, fraqueza, vertigem, suor nas mãos e pés ou  redução na libido, suspenda imediatamente seu uso e procure ajuda médica.


Posts Relacionados